Série Formidável em Fortaleza

Série Formidável em Fortaleza

Escritora da vida real em ascensão, Beatriz Jucá, pós-graduada em Jornalismo Literário, é dos mais promissores talentos de uma novíssima geração.

Aqui, compartilha uma sua história de sucesso, no jornal “Diário do Nordeste”, em Fortaleza, onde trabalha.

“O Curso de Jornalismo Literário foi um divisor de águas para o tipo de profissional eu queria ser. Na Pós, busquei sempre fazer trabalhos que me tirassem de minha zona de conforto e, com acertos e atropelos, extraí aprendizados valiosos de cada um deles.

 A redação do jornal em que trabalho, o Diário do Nordeste, passou por uma reestruturação para priorizar o conteúdo online – semelhante àquela do jornal O Globo. Com isso, minha função foi mudando várias vezes e, por um breve período, fiquei como repórter. 

Minhas novas editoras me deram uma pauta para uma série de reportagem sobre violência nas escolas, então sugeri que fizéssemos algo diferente, utilizando o Jornalismo Literário. Já que o assunto não era novo, valia apostarmos em uma nova abordagem. Uma das minhas chefes, que havia lido a reportagem do palhaço Chumbinho que fiz durante a Pós, sugeriu que eu colocasse a escola para narrar as histórias. Fiquei temerosa de não conseguir sustentar seis páginas dessa forma. Depois de conversar com várias amigas jornalistas (inclusive do Curso), chegamos à solução de dividir o material por atores da comunidade escolar: escola, aluno, professor, pais, mediador e Estado. 

Mesmo com alguns ajustes para adaptar à realidade do jornal, conseguimos publicar a reportagem. Esta foi a primeira vez que o Diário do Nordeste publicou uma série inteira com reportagens em primeira pessoa. A resposta (tanto no jornal quanto dos leitores) foi bastante positiva – salvo um comentário de um leitor que não considera que esse tipo de narrativa seja jornalismo.

Agora, acredito que estejamos começando a abrir as portas para o JL na redação. Publiquei todas as páginas no issuu:

http://issuu.com/beatrizjuca/docs/vozes_do_sil__ncio/0

No mais, quero agradecer por todo o estímulo e o conhecimento compartilhado. A luta para multiplicar os espaços do JL também é nossa!”

 

 

 

 

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.